ACUPUNTURA

A ACUPUNTURA (do latim acus – agulha e punctura – colocação) é um das técnicas terapêuticas milenares, suportadas pela Medicina Tradicional Chinesa, de maior popularidade no mundo ocidental.

Após realização prévia de diagnóstico, baseado exclusivamente nos ensinamentos clássicos da Medicina Tradicional Chinesa, o tratamento acupunterápico consiste na inserção de agulhas muito finas em determinados pontos do corpo, chamados de “pontos de acupuntura” ou “acupontos”, que se distribuem principalmente sobre linhas chamadas “canais ou meridianos”, para assim obter diferentes efeitos terapêuticos, conforme o caso tratado.

Junto à Acupuntura, também podem ser utilizadas outras técnicas complementares da Medicina Tradicional Chinesa, como a moxabustão (aplicação de calor sobre os acupontos dos meridianos, liberado pela queima de uma pequena quantidade de Artemísia – planta medicinal -, que depois de trabalhada recebe o nome de lã de moxa), a ventosaterapia (técnica de sucção da pele em áreas ou acupontos dos meridianos, irrigando a região de sangue e energia), a eletroacupunruta (utilização de impulsos elétricos que estimulam as agulhas), sangria, gua-sha, dentre outras técnicas.

É fundamental compreender que, apesar do uso de recursos tecnológicos atuais, a Acupuntura que se realiza hoje é exatamente a mesma que se realizava há 5000 anos, nos primórdios da civilização chinesa, utilizando um raciocínio diferente da medicina ocidental, no qual não são tratados doenças e sintomas individualizados, mas síndromes, que nada mais são do que desequilíbrios energético-funcionais que, grosso modo, causam o que chamamos de “doenças”.

A Acupuntura é uma técnica bastante segura e de eficácia comprovada cientificamente.